quarta-feira, 20 de maio de 2009

A paixão é como uma chuva de verão,
teima em nos surpreender sem os nossos guarda-chuvas.

Um comentário:

souassim disse...

pior se ela faz tempestade em nossos corpos..
e como fica molenga nosso andar e olhar.